25/08/2002
Educação
Site de alagoano conquista navegantes

Frigolleto aposta na net


O site de geografia criado, há dois anos, pelo professor alagoano Eduardo Frigolleto –  http://www.frigoletto.com.br – comemora o recebimento de 100 mil visitas, além de indicações no jornal Folha de S. Paulo, sites internacionais, institucionais e governamentais, e de Universidades. Segundo ele, a página é dedicada a aspectos como a geografia física, urbana, populacional, rural, política e econômica, e já contou com 600 visitas diárias, principalmente de estudantes e pesquisadores.
Pesquisa
Eduardo Frigolleto explica que migrou da área de informática para a geografia, e percebeu – em suas navegadas pela Internet, como ele costuma dizer – que havia poucos sites completos para esta área. “Com a experiência que tinha da informática, aliada aos conhecimentos geográficos, decidi criar meu próprio site no ano de 2000”, destacou, acrescentando que já recebeu mais de 100 mil visitas só na página principal.
O site, relata o professor, abrange vários aspectos da geografia nacional, e também da geografia alagoana. “Mesmo se tratando de um site destinado a pessoas de todo o mundo, considero interessante disponibilizar a geografia local para pesquisadores e estudantes, principais visitantes da página”, enfatizou Eduardo Frigolleto.
Ele disse que atualmente passa, no mínimo, oito horas diárias movimentando o site – seja atualizando, orientando ou dando consultas aos internautas.
Reconhecimento
“O que acho mais interessante é que a maioria dos visitantes da página acredita que é uma empresa ou um grupo de pesquisadores que fazem o trabalho de pesquisa e atualização dos textos”, salientou Eduardo Frigolleto.
O professor afirma não receber nenhum tipo de remuneração pelo trabalho, mas explica que isso não é empecilho, visto que o reconhecimento do público torna-se uma grande compensação. “Meu site já foi indicado pela Folha de S. Paulo; por universidades, sites internacionais, institucionais e governamentais”, citou Eduardo Frigolleto. “Essa satisfação pessoal e, consequentemente profissional, é o que me impulsiona”, finalizou.