Home | Glossário | Fale conosco  

  

 Domingo, 22 de agosto de 2004

..CIDADE
 

 

A evolução urbana de Maceió - XXXIX

O trecho entre a Rua Barão de Maceió
e a “Praça Montepio” teve seu aspecto
urbano bastante modificado




Praça Monte Pio com suas árvores e canteiros bem cuidados, onde
se vê ao fundo o “Bolo de Noiva”; Praça Bráulio Cavalcante, conhecida
como “Praça Montepio”, numa alusão ao prédio ali existente



Eduardo Frigoletto
Professor de Geografia
www.frigoletto.com.br

Até 1851, Maceió não dispunha de hospital para atender a população. Caso algum habitante adoecesse, teria que recorrer aos médicos, que, na época, usavam as suas residências como clínicas ou, nos casos mais graves, encaminhavam o paciente para a cidade de Recife.

Empenhado em resolver o problema, o cônego da Capital, João Barbosa Cordeiro, liderou um grupo de voluntários e, com as doações oficiais e particulares, construiu e inaugurou, no dia 7 de setembro de 1851, o Hospital de Caridade São Vicente de Paula (santo patrono da caridade). Alguns anos mais tarde, o hospital passou a ser conhecido como Casa de Misericórdia. Entre o final do século XIX e o início do século XX foi oficializado o nome “Santa Casa de Misericórdia de Maceió”.

...

Leia a reportagem completa na
edição de hoje de O JORNAL



|
.Capa .| . Cidades. |

 

 

 ot14.gif (148 bytes) Menu Maceió Ontem e Hoje

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved