Home | Glossário | Fale conosco  

  

Sexta, 10 de outubro de 2003

 
Analfabetismo cai de 16,4% para 10,9% em 10 anos diz pesquisa PNAD – IBGE – 2002

 

Finalmente uma boa notícia para o povo brasileiro: Em 10 anos (de 1992 a 2002), a taxa de analfabetismo no país que era de 16,4% entre as pessoas com mais de dez anos de idade, passou para 10,9%.

 

A região Nordeste foi a que teve a maior redução do analfabetismo entre as crianças de 5 a 17 anos, passando de 28,8% em 1992 para 10,4% em 2002. Mesmo assim, continua muito atrasada em relação às demais regiões: no Sudeste 8,2%, e no Sul e no Centro-Oeste, de 11,1%. Na região Norte a taxa foi de 11,2%.

 

Houve melhoria da Educação em todas as faixas de idade: De 1992 para 2002 as crianças entre 5 e 17 anos de idade que não freqüentam escola passou de 25% para 9,7%. Já na faixa etária de 7 a 14 anos, o percentual de crianças fora da escola caiu de 13,4% para 3,1%. Na faixa etária de 10 a 14 anos de idade passou de 12,4% para 3,8%.

 

Quanto ao gênero, na faixa de 10 a 14 anos de idade, a taxa de analfabetismo entre os homens foi de 5,1% enquanto a das mulheres foi apenas 2,5%, portanto menos da metade. A população com idade a partir de 10 anos com ensino médio completo, passou de 14,1% para 23,4%.

 

Também na taxa de ocupação, as mulheres são maioria: De 22,4% passaram para 36,8%. Já os homens ocupados com ensino médio completo passaram de 15,9% para 26,4%.

 

 

ot14.gif (148 bytes) Menu Geo População

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved