Home | Glossário | Fale conosco  

  

 

Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2001
Casamentos diminuem e separações aumentam, diz IBGE

ANA PAULA GRABOIS
da Folha Online, no Rio

Mais separações e divórcios e menos casamentos no Brasil. Esta é uma das conclusões da pesquisa de registros civis referente ao ano de 1998, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No Brasil de 1991 ocorriam 21,2 dissoluções de uniões para cada 100 casamentos. Em 1998, para cada 100 casamentos, foram contabilizados 28,1 separações ou divórcios.

Casamentos

O número de casamentos no Brasil, apesar de ter crescido entre 1991 e 1994, caiu em 1998. Em 1994, houve o maior volume de uniões legais, cerca de 763 mil. Em 1998, caiu 6%, passando para 699 mil.

No entanto, a taxa de nupcialidade (divisão do número de casamentos por habitantes) vem caindo ao longo da década. Segundo o IBGE, a população cresceu num ritmo mais acelerado que o crescimento das uniões.

Segundo o IBGE, os fatores que influenciaram mais o comportamento dos casamentos no Brasil são de ordem econômica e cultural.

O econômico ocorre porque casa-se mais quando a renda aumenta. Isto pode ser comprovado pelo fato de que em 1994 - ano de implantação do Plano Real e de aumento da massa salarial - ter ocorrido o maior número de uniões.

O fator cultural é explicado pela tendência de aumento nas uniões consensuais, indicando um mudança de comportamento social.

Separações e divórcios

Enquanto os casamentos diminuem, as separações e divórcios judiciais aumentam.

O número de separações cresceu 19% de 1991 para 1998. Em 1991, o Brasil registrou 76.233 separações judiciais. Este número saltou para 90.778 em 1998.

Já os divórcios cresceram 29,7% no país de 1991 a 1998, ano no qual foram registrados 105.253 divórcios no país. Em 1991, eram 81.128. Na região Norte, o número de divórcios praticamente dobrou, com 99% a mais de divórcios.

 

ot14.gif (148 bytes) Menu Geo População

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved