Home | Glossário | Fale conosco  

  

 

Cúpula diz que envelhecimento global vai causar recessão

Os países desenvolvidos devem enfrentar uma desaceleração econômica e uma elevação dos gastos sociais, caso não controlem os problemas decorrentes do envelhecimento da população.

 

Amplas reformas serão necessárias para mudar o sistema de previdência social, serviços financeiros, leis trabalhistas, de imigração e política familiar, indicou a Comissão de Envelhecimento Global em um relatório publicado após os três dias de reunião na capital japonesa – Tókyo.

 

"A maior crise social do século 21 será resultado do subproduto da falta de trabalho", disse Paul Hewitt, diretor do Centro de Estratégia e Estudos Internacionais (CSIS).

 

"Sociedades envelhecidas terão que se tornar muito eficientes para evitar recessões causadas pelo envelhecimento.

 

"O relatório do CSIS -- um grupo internacional de acadêmicos, políticos e empresários -- recomendou que o assunto fosse incorporado como tema permanente na agenda de reuniões do G8, grupo das sete nações mais industrializadas mais a Rússia.

 

Em países industrializados, como Japão, Estados Unidos e Estados da Europa ocidental, as crianças que nasceram após a Segunda Guerra Mundial vão elevar em breve o número de aposentados, já que as pessoas estão vivendo por mais tempo e poucas crianças têm nascido.

 

Até 2040, um quinto dos norte-americanos terá mais de 65 anos. Essa taxa em 2000 estava em torno de 13 por cento.

 

Em grande parte da Europa e no Japão, com a combinação de baixas taxas de fertilidade e encolhimento da população, o número de idosos poderá saltar de 16 para 30 por cento antes de 2040.

 

"O Japão e a Europa precisam de uma cirurgia e não de mini-reformas", destacou Norbert Walter, integrante da comissão e economista chefe do Deutsche Bank.

 

A dramática alteração demográfica ameaça a sustentação do tradicional sistema de previdência, no qual os funcionários atuais pagam pelos benefícios de trabalhadores aposentados.

 

O sistema previdenciário pode sugar os recursos da nação, fazendo com que outros investimentos, como os voltados para educação, defesa e infra-estrutura, não sejam realizados plenamente.

 

Grande parte dos países desenvolvidos não consegue controlar o envelhecimento e, por isso, não será capaz de prever o choque econômico. O aumento da longevidade ainda poderia dificultar o crescimento da economia.

 

Depois de 2020, a economia global e o impacto financeiro do envelhecimento poderão piorar ainda mais quando as populações do Leste Europeu e Sudeste e Leste Asiáticos começarem a envelhecer também.

 

Segundo a análise, reformas rápidas poderiam retrair a situação.

 

Iniciativas políticas para incentivar as mulheres a terem mais filhos poderiam ser uma opção a longo prazo. Outra possibilidade é aumentar a entrada de imigrantes em alguns países, embora isso possibilite apenas um alívio paliativo do problema.

 

ot14.gif (148 bytes) Menu Geo População

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved