Home | Glossário | Fale conosco  

  

Domingo, 7 de julho de 2002


Aids reduz expectativa de vida para 40 anos na África

 

A expectativa de vida em sete países da África subsaariana será inferior aos 40 anos, principalmente por causa da Aids. Estudo divulgado na XIV Conferência Internacional sobre a aids, que acontece em Barcelona, revela também que neste países haverá mais mortes que nascimentos. Cinco destas nações, Botsuana, Moçambique, Lesoto, Swazilândia e África do Sul, terão sua população reduzida até 2010. No Zimbábue e Namíbia, o aumento da natalidade será próximo de zero, adverte o estudo.

Botsuana tem 38,8% de seus adultos infectados pelo vírus HIV e expectativa de vida de 39 anos. "A epidemia da aids muda dramaticamente a situação demográfica nos países africanos", declarou Karen Stanecki, autora do informe. Na falta de uma prevenção e de um tratamento em massa, 55 milhões de africanos morrerão prematuramente pela aids de hoje a 2020.

JB Online

ot14.gif (148 bytes) Menu Geo População

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved