Home | Glossário | Fale conosco  

  

19/08/2000 - 04:18:58

 

A guerra fria continua sob o Mar de Barents

Agence France Presse

 

Mais de dez anos depois do fim da Guerra Fria, os submarinos da Rússia e da OTAN continuam brincando de gato e rato nas profundezas do mar de Barents, onde o Kursk encalhou. "A guerra fria continua sob o gelo", disse Paul Beaver, especialista da revista Jane's Defence Weekly. "Eles continuam a se seguir, monitorar e jogar uns contra os outros", disse.

 

"Sob as águas geladas do mar que limita com o Oceano Ártico, a tensão entre os dois ex-blocos rivais não desaparaceu com o fim da União Soviética", disse Joanna Kidd, especialista de assuntos navais do Instituto Internacional de Estudos Estratégicos, com sede próxima a Londres. "Tudo continua, mas num nível bem inferior, principalmente porque a Rússia já quase não leva os submarinos para o mar água. Saber o que se passa lá embaixo é uma prioridade para a OTAN", assinalou.

 

O Mar de Barents é uma região de treinamento privilegiada da importante Frota do Norte russa, e por isso é também uma região de observação de primeira ordem para os serviços de espionagem ocidentais. Além disso, a vontade da OTAN de incluir os países da Europa Oriental, que Moscou considera como uma ameaça para sua segurança, deu um novo destaque às tensões leste-oeste, destacou Margot Licht, presidenta do Centro de estudos internacionais da London School of Economics.

 

"É mais provável que o submarino tenha entrado em colisão com outro navio russo, já que cerca de trinta barcos e submarinos participavamn dos exercícios militares no Mar de Barents", opinou. Essas manobras constituem a maior movimentação da Frota do Norte em vários anos, e o prelúdio do envio de um porta-aviões russo ao Mediterrâneo oriental antes do final do ano, disse a especialista.

 

ot14.gif (148 bytes) Menu Geo Política

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved