Home | Glossário | Fale conosco  

  

Monções

 

Subsistência intensiva na Ásia

 

A importância das Monções está diretamente relacionada à sobrevivência do povo asiático ligado à cultura do arroz (rizicultura)

 

No sul e sudeste da Ásia, nas vastas planícies e vales fluviais de clima tropical, o arroz é o principal alimento há milênios. O ciclo produtivo da rizicultura acompanha o fenômeno das monções.

 

As massas de ar se deslocam dos centros de alta pressão para os de baixa pressão. O aquecimento diferencial da Terra durante as diferentes estações do ano provoca o deslocamento desses centros.

 

No inverno do hemisfério norte, os centros de alta pressão geram massas polares no continente asiático. Essas massas de ar secas (porque foram formadas sobre o continente) se deslocam para o sul, em direção aos centros de baixa pressão provocando estiagens ou secas prolongada. São as monções de inverno também conhecidas como Continentais.

 

No verão forma-se um centro de baixa pressão sobre o continente. As massas equatoriais e tropicais se deslocam para o norte, em direção a esse centro. Nesse deslocamento, passam pelo Oceano Índico e ganham umidade. por isso, provocam chuvas de verão torrenciais no sul e sudeste do continente causando enchentes e inundações. São as monções de verão também conhecidas como Marítimas.

 

O arroz é semeado durante a estação de chuvas (junho a outubro), pois as variedades de arroz comuns na Ásia meridional requerem água em abundância. A maior parte da produção origina-se de pequenos lotes de terras, nos quais se utiliza intensivamente a mão-de-obra.

 

Recordando:

 

Monções são ventos que sopram, durante o verão, do Índico para a Ásia Meridional e, durante o inverno, da Ásia Meridional para o oceano Índico.

 

Disponível em: www.frigoletto.com.br

 

 ot14.gif (148 bytes) Menu Geo Física

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved