Home | Glossário | Fale conosco  

  

A Atmosfera da Terra

 

Composição da atmosfera

 

Elemento

Percentual

Nitrogênio (N2)

78,08% (constantes)

Oxigênio (O2)

20,94% (constantes)

Argônio (Ar)

0,93% (constantes)

Outros: vapor d’água, ozônio, bióxido de carbono, aerossóis.

variável

 

Ozônio (O3)

  • Concentrado entre 15 e 35 km de altitude

  • Conteúdo baixo sobre o equador terrestre e alto na direção dos pólos, acima de 50º de latitude.

  • É formado quando sob a influência da radiação ultravioleta do sol, as moléculas de oxigênio se rompem e os átomos separando-se combinam-se individualmente com outras moléculas de oxigênio.

  • A ruptura das moléculas de oxigênio usualmente ocorre na camada entre 80 a 100 km, e a formação do ozônio ocorre entre 30 a 60 km. Isto ocorre por causa da baixa densidade atmosférica entre 80 a 100 km, o que não estimula combinações entre O e O2.

O + O2 = O3

 

O ozônio é instável, podendo ser destruído pela radiação incidente ou pelos choques com o oxigênio monoatômico (O) para recriar o oxigênio (O2), da seguinte forma:

 

O3 + O ® O2 + O2.

 

Sua distribuição na atmosfera é resultado de algum mecanismo de circulação, que o transporta para níveis adequados onde sua destruição é menos provável e sua concentração assegurada, ou seja, entre 15 a 35 km de altitude.

 

Aerossóis

 

São partículas de poeira em suspensão, fumaça, matéria orgânica, sal marinho, etc, que procedem de fontes naturais e das construídas pelo homem;

Calcula-se que 30% dos aerossóis na atmosfera provêm de fontes construídas pelo homem, e que esta cifra poderá dobrar até o ano 2000.

 

Observações:

 

1) Vapor d’água, ozônio, dióxido de carbono e aerossóis desempenham papéis fundamentais na distribuição e nas trocas de energia dentro da atmosfera e entre a superfície terrestre e a atmosfera. Suas quantidades e padrões de distribuição na atmosfera devem ser cuidadosamente estudados.

2) Nitrogênio, oxigênio e argônio estão misturados em proporções constantes até 80 km de altitude, devido à constante agitação no interior da atmosfera.

3) Não há separação entre gases leves (exemplo: hidrogênio e hélio) e gases mais pesados da atmosfera por causa da constante mistura turbulenta que ocorre em grande escala na atmosfera.

4) Há variações sazonais e espaciais na distribuição dos aerossóis, dióxido de carbono, vapor d’água e ozônio. Esses aerossóis e gases absorvem, refletem e difundem a radiação solar e a terrestre, logo, a balança de calor do sistema terra-atmosfera e a estrutura da temperatura da atmosfera são afetadas grandemente por suas quantidades e distribuições.

 

 ot14.gif (148 bytes) Menu Geo Física

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved