Home | Glossário | Fale conosco  

  

Just-In-Time (JIT)

 

A aplicação de algumas técnicas na produção japonesa permitiu reduzir estoques, em todos os níveis, incrementar a capacidade disponível em grandes investimentos adicionais, diminuir tempos de fabricação, melhorar a produtividade e a qualidade dos produtos fabricados, etc. E uma destas técnicas foi o JIT – Just-In-Time que tem o objetivo de dispor da peça necessária, na quantidade necessária e no momento necessário, pois para lucrar necessita-se dispor do inventário para satisfazer as demandas imediatas da linha de produção. Um exemplo aqui no Brasil é a fábrica da Volkswagen situada na cidade de Resende no estado do Rio de Janeiro. No mesmo terreno situam-se as instalações dos fornecedores de peças. Após recebido o pedido, a VW de imediato solicita aos fornecedores as peças necessárias o que prontamente é atendido. Nesse caso, todos os processos são realizados em tempo bem menor que em outros métodos de produção. Também há uma economia no tempo e no custo do transporte entre o fornecedor e a empresa solicitante.

 

Fundamentos e características

 

O sistema Just-in-time/Kanban freqüentemente é associado a uma política de redução de estoque de matérias-primas através da sua entrega em intervalos e lotes menores. Na realidade, o sistema é muito mais abrangente do que essa característica “externa”. Internamente a fábrica, há mudanças do trabalho e do sistema de informações. De uma maneira geral, dois são os princípios deste sistema de produtividade, Just-in-time e controle autônomo dos defeitos. O Kanban propriamente dito é um sistema de informações para administrar o Just-in-time.

 

Objetivos do Just-In-Time

  • Flexibilizar a empresa;
  • Produzir somente os produtos necessários;
  • Produzir com qualidade requerida;
  • Menor “Lead Time” na concepção de novos produtos;
  • Menos “Lead Time” na manufatura;
  • Melhor atendimento ao cliente;
  • Menor perda (maior valor agregado ao produto);
  • Maior retorno de investimento;
  • Reduzir estoques em processo, produtos acabados e eventualmente matérias-primas;
  • Reduzir custos de fabricação;
  • Gerar espaços de Fábrica;
  • Produzir por métodos que permitam o envolvimento das pessoas (moral, satisfação, desenvolvimento, autocontrole;
  • Reduzir o custo e o tempo de transporte dos produtos entre o fornecedor e a empresa solicitante.

 

 

 ot14.gif (148 bytes) Menu Geo Econômica

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved