Home | Glossário | Fale conosco  

  

A reconstrução do Leste europeu

 

O predomínio da União Soviética sobre o território da Europa Oriental se organizou durante a partilha mundial discutida na conferência de Ialta, em fevereiro de 1945, entre União Soviética, Estados Unidos e Reino Unido.

Paralelamente ao processo de reerguimento da Europa capitalista no pós-guerra, ocorria a reorganização política e econômica da Europa socialista.

 

Depois da Segunda Guerra Mundial, vários países da Europa Oriental adotaram o regime socialista após terem sido ocupados militarmente pela União Soviética ou, então, após terem realizados acordo com esse país para reparar os danos sofridos durante o conflito. Nascia, assim, o bloco socialista, que gravitaria em torno da União Soviética, que se firmava como a superpotência e que iria se contrapor aos Estados Unidos nas décadas seguintes.

 

Nos países socialistas da Europa - o Leste europeu - o processo de reconstrução foi muito mais árduo do que nos países da Europa Ocidental, pois os desastres de guerra foram maiores, tanto do ponto de vista humano como econômico. A União Soviética, por exemplo, perdeu mais de 20 milhões de habitantes e boa parte de sua infra-estrutura de produção.

 

Na Polônia, o número de vítimas chegou a seis milhões de habitantes e a Alemanha Oriental, além da destruição gerada diretamente pelo conflito, teve seu avançado parque industrial desmontado e transferido para a União Soviética, o que limitou suas possibilidades de recuperação econômica imediata.

 

O Leste europeu, em seu trabalho de reconstrução, sob a hegemonia da União Soviética e apoiada posteriormente pelo Pacto de Varsóvia, fechou-se para o mundo, fato que levou essa região a ser designada como Cortina de Ferro.

 

 ot14.gif (148 bytes) Menu Geo Econômica

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved