Home | Glossário | Fale conosco  

  

 

A ALCA (Associação de Livre Comércio das Américas)

 

Chefes de Estado de 34 países assinaram em Miami, em 9/12/94 uma Carta de Intenções para a formação de uma área de Livre Comércio desde o Alasca à Terra do Fogo, exceto Cuba, que deverá estar concluída em 2005.

 

Recife (PE) e Rio de Janeiro sediaram, respectivamente, de 25 a 27 de fevereiro e março de 1997, a 2ª e 3ª reunião preparatória.

 

A ALCA englobaria os países membros do NAFTA, MERCOSUL, COMUNIDADE ANDINA, MERCADO COMUM CENTRO AMERICANO E MERCADO COMUM do CARIBE além de: Chile, Rep. Dominicana, Panamá, Haiti e Suriname.

 

O maior interessado na ALCA são os Estados Unidos que, dessa forma tentam a hegemonia econômica no Continente.

 

Recentemente o "Encontro dos 12" que realizou-se em Brasília, foi visto pelos Estados Unidos como uma ameaça à sua posição de destaque com a criação da ALCA.

 

Ao se dirigir aos outros 33 presidentes que participaram da 3ª Cúpula das Américas realizada em Québec (Canadá), Fernando Henrique Cardoso disse que é o presidente mais cético quanto ao processo de integração comercial das Américas (ALCA).

 

Para ele, é necessário que os dois países mais ricos do continente (Estados Unidos e Canadá) aceitem rever suas barreiras, como cotas, subsídios e mecanismos antidumping e condicionou a participação do Brasil no processo de criação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca) à abertura dos mercados aos países do hemisfério.

 

 

 ot14.gif (148 bytes) Sub-Menu Blocos Econômicos

Frigoletto.com.br - A geografia em primeiro lugar

Copyright © 2000 - 2004 Eduardo Frigoletto de Menezes. All Rights Reserved